top of page
  • Foto do escritorICMBio Noronha

Pesquisadores investigam espécie exótica de lagarto na ilha

Lagarto Tropidurus tem sido observado desde 2019 em Fernando de Noronha.


foto: Filipe Sobral


Lagarto encontrado na região da Pontinha da Air France. Foto: Acervo Unicamp

Os pesquisadores da Universidade de Campinas (Unicamp) - Felipe Toledo e Joelma Prado, e da Universidade Católica de Pernambuco (Unicap) - Roberta Richard Pinto e Rayanna Marques, estiveram na Ilha para acompanhar a situação da espécie "invasora” do lagarto Tropidurus. Três indivíduos já foram fotografados, em pontos diferentes de Noronha.


Os profissionais alertam para a importância do controle de animais invasores como este, já que podem causar

danos ao equilíbrio e à biodiversidade local. “É importante ressaltar que o animal é diferente dos que vivem aqui na ilha e é uma ameaça às espécies nativas”, explica a bióloga e pesquisadora da Unicamp, Joelma Prado.

Equipe de pesquisadores esteve em Noronha nas primeiras semanas de dezembro.

Apesar da suspeita de que a densidade populacional do animal ainda esteja baixa, é preciso ficar atento para o risco de sua proliferação, como aponta a diretora do Museu de Arqueologia e Ciências Naturais da Unicap Roberta Richard Pinto. “Como é um sistema de ilhas, qualquer animal invasor pode se estabelecer de uma forma muito rápida porque não possuem predadores naturais, assim, conseguem se reproduzir e manter suas comunidades mais rapidamente. Por isso a preocupação e a necessidade de observarmos com calma”, afirma.

Para a pesquisadora há duas hipóteses de entrada desses animais na ilha. “Eles podem ter vindo, por exemplo, em materiais de construção, devido ao aumento das construções na ilha”. Outra hipótese, segundo Roberta, é a introdução como pet, ou seja, que alguém tenha trazido como animal doméstico.


O trabalho de observação e controle da espécie na ilha vai seguir sendo feito pela equipe de pesquisadores em parceria com o ICMBio de Fernando de Noronha. A população também pode auxiliar na identificação de espécies exóticas, como o lagarto, e notificar ao ICMBio enviando foto para o canal oficial “Fala Noronha” .


Controle de espécies exóticas

Recentemente, o ICMBio realizou a captura de outros dois animais exóticos na ilha, um jabuti e um cágado. O jabuti foi capturado no quintal de uma pousada, no Vila do Trinta e encaminhado, na última sexta-feira (9), ao Centro de Triagem e Reabilitação de Animais Silvestres (CETRAS), em Recife (PE). O cágado foi resgatado, nesta segunda-feira (12), no tanque da ETE - Estação de Tratamento de Esgoto da localidade do Cachorro, e também será transportado para o CETRAS.

Cágado encontrado em Noronha. Foto: Acervo ICMBio


Commentaires


Fernando de Noronha - Noticias Imagem - Site Noronha
bottom of page