top of page
  • Writer's pictureICMBio Noronha

Aves registradas após décadas nas ilhas oceânicas

Pesquisadores registraram espécies raramente avistadas e apontam a falta de estudos para este grupo de aves

Artigo enviado por Lucas Penna


Foto: Lucas Penna

Pardela-de-asa-larga

Integrantes da equipe do ICMBio Noronha, junto com colaboradores, publicaram recentemente dois estudos registrando aves oceânicas para os arquipélagos de Fernando de Noronha e de São Pedro e São Paulo. 


São chamadas de aves oceânicas, aquelas que vivem a maior parte da sua vida em alto mar, muitas vezes retornando para o ambiente terrestre apenas para fazer os seus ninhos. Essas espécies pertencem, principalmente, ao grupo chamado Procellariiformes, que abrangem os albatrozes e petreis.


Foto: Lucas Penna

Painho-de-barriga-preta

Os estudos publicados nas revistas Seabird e Check List destacaram os registros de aves migratórias, as quais não eram avistadas há muito tempo nestas ilhas oceânicas. As observações incluíram as espécies: 

• Painho-de-barriga-preta (Fregetta tropica): segundo registro em Fernando de Noronha, depois de um século sem avistamentos;

• Pardela-escura (Ardenna grisea): segundo registro para Fernando de Noronha, desde 1995;

• Pardela-de-asa-larga (Puffinus lherminieri): espécie que nidifica em Fernando de Noronha, porém registrada pela última vez apenas em 2008;

• Painho-de-cauda-furcada (Hydrobates leucorhous): terceiro registro em Fernando de Noronha, desde 1999, e o segundo para São Pedro e São Paulo, desde 2016.  


Foto: Danielle Viana

Painho-de-cauda-furcada

A ciência cidadã também foi utilizada como ferramenta para ajudar a detectar esses registros. Existem poucos observadores e pesquisadores realizando atividades com o foco na detecção dessas aves nas regiões oceânicas e, por isso, cada registro pode se tornar relevante. 

É esperado ter mais detecções destas espécies, já que estudos anteriores mostram o deslocamento de indivíduos próximos dessas regiões, durante a migração ou dispersão. 


Conciliar a observação de aves com atividades embarcadas, como os passeios turísticos e a pesca, pode ser muito útil para acrescentar novas informações sobre esse grupo. 

Todos podem ajudar nesses registros, fotografando e divulgando em sites como o Wiki Aves, eBird ou o iNaturalist.




Comments


Fernando de Noronha - Noticias Imagem - Site Noronha
bottom of page